José Augusto das Graças é Arquiteto e Urbanista com mestrado em Construção e Reabilitação Sustentáveis pela Universidade do Minho, em Guimarães, Portugal, com reconhecimento de grau pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e consultor do sistema PAYT e Certificação Lixo Zero.

O PAYT – Pay As You Throw: pague pelo que descarta, em português, já é uma realidade em diversos países da Europa e Estados Unidos. O sistema tem obtido resultados extremamente positivos, proporcionado pelo aumento do volume de materiais recicláveis coletado e diminuição dos rejeitos destinados de forma ambientalmente correta, por meio da coleta de resíduos orgânicos para serem compostados.

É importante frisar que, para atingir esse objetivo, há obstáculos a serem enfrentados: aceitação da população, descarte irregular, etc. Há necessidade de implantar e implementar as ações de forma planejada e por um período de adaptação ao sistema. Faz parte do processo, aprender com as situações positivas e adversas, adotá-las e solucioná-las.

Por esse motivo, a implantação de um projeto-piloto é de extrema importância para se obter o melhor resultado possível, pois cada região tem suas peculiaridades e hábitos de consumo e há necessidade de adequar-se a essas características.

A Certificação Lixo Zero, como o próprio nome induz, tem como finalidade básica “desviar” o maior volume de resíduos aos aterros sanitários, por meio da implantação e implementação de ações sustentáveis: compostagem, coleta seletiva, logística reversa, economia circular, utilização de materiais hidrossolúveis, campanhas de conscientização, etc.

O PAYT e a Certificação Lixo Zero possuem a mesma finalidade: diminuir o volume de resíduos sólidos destinado ao aterro sanitário e aumentar o volume de materiais recicláveis, ou seja, promover a gestão sustentável dos resíduos sólidos urbanos.

SAM_2970 (3).JPG
Arq. José Augusto

CAU A14596-3

A gestão sustentável dos resíduos sólidos tem papel fundamental na mitigação dos efeitos danosos ao meio ambiente, causados pelo descarte inadequado.

Compartilhar

Logo Linkedln